Gatorade caseiro

Para as pessoas que costumam consumir Gatorade ao praticar atividades físicas, segue abaixo a “minha receita” da versão caseira do Gatorade.

Os seguintes ingredientes são necessários para se fazer 1 litro de Gatorade caseiro:

  • 1 litro de água filtrada
  • 1 limão tahiti
  • 60 g de açúcar (aprox. 50 ml)
  • 1g de sal (aquele sachezinho encontrado em lanchonetes e restaurantes)

Mas como cheguei à esses valores?

Primeiramente, vejamos as informações nutricionais do Gatorade industrializado:

Carboidratos:

Basicamente, o açúcar de mesa é carboidrato puro. Portanto, 60g de açúcar é equivalente à 60g de carboidrato.

Sempre que posso, utilizo açúcar orgânico demerara (pois possui baixo grau de refinamento – conservando as propriedades nutritivas do açúcar mascavo – e é relativamente fácil de ser dissolvido em cafés e outras bebidas). Caso utilize esse açúcar ou o comum mesmo (branco), o volume de açúcar equivalente à 60g é aproximadamente 50ml. Assim, fica mais fácil medir essa quantidade de açúcar utilizando copos que possuem indicações de volume em sua lateral.

Sódio:

Como o sal de cozinha (NaCl) possui 40% de sódio, 1g de sal fornece 400mg de sódio.

Mostrando o porquê dos 40% de sódio do NaCl:

massa_atômica(Na)/(massa_atômica(Na)+(massa_atômica(Cl)) = 23/(23+35,5) = 40%

Potássio:

O uso do limão tahiti é necessário para fornecer a quantidade exata de potássio (110 mg) para se fazer 1 litro de Gatorade. É importante lembrar também que 1 limão tahiti fornece também cerca de 30% da vitamina C necessária para um adulto, fora outras substâncias benéficas presentes nessa fruta.

Cloreto:

Utilizando 1g de sal de cozinha, é fornecido também 600mg de cloreto (ficando 50% acima do fornecido por 1 litro de Gatorade industrializado). Porém, não achei informações que indicassem “excesso” de cloreto como maléfico para a saúde. Pelas informações que li, o principal “vilão” do sal de cozinha é o sódio e não o cloreto.

Em resumo, as vantagens dessa receita caseira é que ela é livre de “aditivos químicos” e outros componentes nocivos à saúde que são adicionados ao Gatorade industrializado, bem como o custo praticamente de graça.

Dica: Esprema o limão apenas momentos antes do treino, visto que a vitamina C de seu suco se degrada com o calor, temperatura e luz.

 

Bons treinos!

About these ads

14 Respostas para “Gatorade caseiro

  1. bem interessante! só gostaria de comentar sobre a maltodextrina , um carboidrato com absorção mais homogenea e constrante. cada colher de sopa fornece 40 kcal. não é cara e pode substituir o açucar refinado. oque acha da idéia!

    • Obrigado pelo comentário Angellitta. Eu, particularmente não acho o gosto do Gatorade bom, tem aquele saborzinho meio salgado. A minha receita também fica com esse mesmo gosto. Abraços.

  2. São caros porque tem a parcela do governo (impostos) o lucro do fabricante o custo do transporte (logistica/distribuição) para chegar perto do consumidor e o custo da embalagem (para que voce possa carregar por ai com etiqueta). ainda bem que tenho um pé de limão taiti no pátio de casa.

    • Olah Isabella, desculpe na enorme demora em responder sua duvida. Acredito que vc possa usar adocante no lugar do acucar. Recomendaria STEVIA. Nao use aspartame: ele eh ateh proibido em alguns paises por ser considerado toxico (e.g., Japao). Abracos.

  3. Acabei de fazer, achei bom, tem gosto de limão mais natural que o Gatorade, recomendo que seja bebido bem gelado pois o limão se quente da diferença no sabor e não fica bom.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s